domingo, 16 de outubro de 2011

Sociedade Global Tecnológica do Futuro







As nossas sociedades actuais (cidades, transportes, culturas, etc) não foram projectadas para serem o que são, foram, como não podia deixar de ser, moldadas pela sua própria evolução, diferenças de opiniões, guerras, interesses, religiões, vontades, filosofias, descobertas cientificas e tecnológicas, etc.

Imaginem se agora tivéssemos um planeta Terra novo, sem humanidade, apenas o planeta com os recursos. Se pudéssemos então criar toda a sociedade/infraestrutura para 7 mil milhões de habitantes (população mundial actual), como o faríamos?

Desta vez não iríamos simplesmente deixar que os habitantes se organizassem e ver no que daria mas sim usar o conhecimento que adquirimos com a nossa evolução - a ciência/tecnologias actuais.

Um técnico que tem de construir uma fábrica de raiz, deve projectá-la o mais eficiente possível com base nas últimas tecnologias que automatizem ao máximo a produção com o mínimo de gasto energético e de recursos (neste caso, ignorem o orçamento), para rentabilizar ao máximo a produção e, de preferência  assegurar a melhor qualidade/durabilidade dos produtos. Então, para o nosso novo planeta usaríamos o conhecimento tecnológico e cientifico para construir toda a infraestrutura o mais eficiente e de qualidade possíveis.
É este exercício que o vídeo abaixo faz. Uma sociedade baseada nos recursos, usando a ciência/tecnologia, sem politica, religiões ou dinheiro - já que na prática não são os discursos, missas e papéis pintados com símbolos $€£ que erguem edifícios, fazem transportes, tratam doenças, semeiam a terra, etc...

Quem procura estar informado sobre tecnologias (não me refiro aos subprodutos da tecnologia - smartphones, pc's, câmaras fotográficas, LCD's, etc), perceberá que toda a tecnologia de que o vídeo fala está criada - não seria necessário inventar nada, apenas aplicar o conhecimento actual nas aplicações necessárias, mas a evolução tecnológica não pára, por isso podem imaginar o que mais poderia ser possível a partir desse ponto...

As imagens acima são do Projecto Vénus de Jacques Fresco.

O vídeo inteiro é sobre este tema mas a parte que interessa para esta publicação - a parte tecnológica - está entre o minuto 90 (1h30m) e 128 (2h08m). O vídeo inicia automaticamente no minuto 90 mas só termina no final do vídeo.

Zeitgeist: Moving Forward
Legendado (botão CC) | Inicia no minuto 90 



Info

O filme Zeitgeist: Moving Forward é o 3º filme de Peter Joseph, que inspirou a criação de um movimento com o nome Movimento Zeitgeist em 2009 que conta já com cerca de 500 mil apoiantes em todo o mundo e a crescer. Com esta publicação não pretendo discutir a viabilidade do movimento mas apenas a tecnologia necessária a tal sociedade e que nesse quesito não se trata de uma utopia. 

Se ficaram interessados e/ou pretendem discutir a viabilidade deste conceito de sociedade, o site internacional do movimento, onde encontram links para representações em 50 países e para representações regionais em cada país, cliquem aqui.

Não resisto a deixar mais este curto vídeo legendado com Michio Kaku - um senhor recorrente neste blog - e Carl Sagan - astrofísico que trabalhou para educar a população em ciência, mais uma daquelas perdas irreparáveis para a humanidade. Falam sobre a importância de olharmos com atenção para a evolução da sociedade e do planeta, com a credibilidade de quem sabe das leis da física.

"Nós somos um Planeta" - Carl Sagan
5min | Legendado (botão CC)


Sales


O botão Gosto do Facebook parece não estar a funcionar bem. Temporariamente, se o botão não funcionar e quiserem partilhar a publicação podem usar o botão que está abaixo na barra igual a esta: Obrigado!

3 comentários:

  1. Hello sales! Great blog! Thank you for having joined me for global change:) I just signed it as his follower, thanks for the help, and thanks for the change:)
    Hava a nice day.

    ResponderEliminar
  2. Muito boa a sua iniciativa de ajudar o Movimento Zeitgeist. E apesar de achar esse movimento muito a frente da sociedade atual, que ainda é muito ignorante. Toda ajuda e mudança é válida!

    ResponderEliminar

neoApps